quarta-feira, 29 de abril de 2020

Eterna Melancolia

Hoje aprendi Amor
e Vida.
Em meio a sutileza do viver,
encontrei desespero.
Pensar dói,
entender, mais ainda.
Que passe logo, mas sem que me desvaira.
O saber,
amo demais, tanto que suporto o que me cabe dele.

A dor.

terça-feira, 4 de abril de 2017

Sincero

Difícil entender quem você acha que conhece, imagine quem você não conhece.
Adivinhar o que pensam apenas com as  ações, impossível!
Sem atitude ou sem noção?
Nunca sei.
Pensei que estava certo mas a certeza que tinha era que estava errado.
Talvez meus pensamentos impuros me induzam ao erro, nem todos possuem a mesma ambição.
Fazer da noite algo especial é o meu desejo, marca-lá com aqueles beijos é minha intenção.
Gostaria que todas minhas saiadas ao luar terminasse em lábios.
Nós lábios dela.
Não há conheço mas há vejo sempre. 
Às vezes morena.
Às vezes loira.
Às vezes ruiva.
Mas sempre menina, sempre garota, sempre mulher.
Sempre com um sorriso e um olhar sincero , sua voz é diferente mas sempre me chama atenção.
Espero que um dia, me note em meio a multidão. 

domingo, 19 de março de 2017

Quem era eu

Queria fugir
Fugir pra bem longe
Longe de mim
Transformar meu agora
Transforma-lo sem fim.
Me encontro num mundo que forjei quando fugi
e agora tenho medo.
Medo de não conseguir.
Fiz certo?
Fui rebelde ou inconsequente?
Era o que eu queria?
Não sei
Só sei que fugi
Fui pra tão longe que esqueci de mim

segunda-feira, 6 de março de 2017

Crônica - Dia Meu

Queria eu estar de boas com a vida...queria eu... 
Mas não é o que ela tem me reservado.
 Acordo cedo me sentindo importante , olho pru celular ,
me noto robotizado
 antes de agradecer pelo novo dia ,penso no café, que aguarda quieto o seu preparo.
 Palavras me faltam para descrever meu dia, sei que se inicia e mais tarde termina.
Após o café 
uma nova fase do meu dia 
Estudo,estudo,estudo
Aprendo?
Se sim continuo se não;
me consumo.
Almoço !!!
Grita minha barriga 
com mumurros de um morto...
Palavras me faltam para descrever meu dia, sei que se inicia e já, já, termina.
Estudo,estudo,estudo
Aprendo?
Nem ligo 
a janta me aguarda na esquina.
Comer, comer essa é sua sina?
Jamais, mera necessidade humana minha.
Sei que já é tarde ,o sol não vejo mais brilhar 
depois de algumas horas....
 depois do banho...
 vou pra cama me deitar...
Palavras ,palavras lá se vão elas 
junto com mais um dia 
que 
hoje 
termina

sexta-feira, 3 de março de 2017

Lembranças, dores talvez

    Será que existe algum ser humano com super memória?Opps... acabei de pesquisar e tem sim. Existem duas situações que levam a essa super habilidade, hipertimesia e memória eidética (fotográfica).Espero que não se importem com meu jeito louco de escrever, gostaria de estabelecer um certo diálogo ou algo do tipo.A hipertimesia, segundo o maior especialista no assunto de todo o universo, Wikipédia, diz que a síndrome faz com que o felizardo portador recorde de todos os eventos vividos. Eu não me imaginaria!!! Todos temos coisas que gostaríamos de esquecer, claro que há momentos que deveriam se eternizar em nossas memorias. 
    Pretendia criar uma linha temporal da minha vida, mas meu presente está tão... mágico que seria um desperdício focar no passado, porém prometo recorrer à alguma lembrança para nos situarmos. Um daqueles momentos de molecada que me recordo foi em um natal, tipico familiar na casa da minha vó. My family todos os anos se reuni na casa das matriarcas , hora na casa da vovó em Sabará ,hora na casa da queria titia carinhosamente apelidada de "Dindinha" que fica em Divinópolis. Amo os natais na casa de Dindinha ,adoro aquela cidade , tenho uma paixonite especial pelas garotas de lá mas isso é estória pra depois. 
    No fatídico que me ocorreu uma tragédia foi em um natal na casa da minha vó. Não me lembro ao certo quantos anos tinha mas era bem pequenininho e fofinho na época. Era mais uma véspera de natal comum, estava eu e meus primos na sala enfeitada de luzes e arranjos com uma linda árvore ao centro cheia de estrelas , anjinhos, bolas e papai noeizinhos. Meu primo mais velho Estevan tomou seu assento e correu para o quintal pela porta que tinha na sala mesmo.Passando da porta que era de vidro e grades havia dois lances de escada , virando a esquerda se via uma linda videira que cobria a luz e deixa o quintal bem escuro. Um morrinho se formava debaixo da videira que dava acesso a parte mais baixa do quintal , esse morrinho era bem escorregadio por causa do musgo que formara ali. 
    Estevan foi para buscar uma blusa que havia esquecido mais cedo, eu inocente fui atrás dele correndo mas nos encontramos num terrível atropelamento debaixo da videira. Ele me levantou mas notei que tinha algo errado comigo , não chorei mas senti um desconforto nos países baixos rapidamente fui para o banheiro fechei a porta e abaixei as calças quando olho pra ele e quando digo ele falo do meu pipi .... vejo o pior , sem entender nada começo a chorar e gritar meu bilau sangrava igual uma cachoeira.Minha cueca linda do hulk foi perdida nessa batalha junto com litros de fluido corporal pedriano. Mamãe foi até o banheiro me tirou do estado de choque e fez um corativo depois de limpar toda bagunça e disse que tudo ia ficar bem , e foi o que aconteceu. No dia seguinte meu pipi estava curado milagrosamente e o mais importante de pé.  

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Para ser lembrado

    O real motivo para essa possível dedicação diária, é minha continua vontade de ter sucesso na vida artística. Então significa que você talvez nem continue o blog? Talvez! Mas pretendo ir até o fim. Nesses últimos anos não tenho me dedicado a finalizar o que inicio, creio que seja um problema comum enfrentado pela grande maioria. Não quero desanimar os mais de 30 ,mas eu tenho 19 anos ,então possuo privilégio de viver mais crises existências que posso resumir como questionamentos da existência. Para facilitar a interpretação do meu mundo, vamos começar...
    Nasci (1997) na região metropolitana de belo horizonte , uma pequena cidade chamada Sabará, lar de um fétido rio chamo velha (true history). Criado na mesma, de uma família tradicional . Meu Pai tinha um emprego que mantinha as contas em ordem e minha mãe parou de trabalhar com o nascimento de seu terceiro filho, que no caso era uma menina(2000). Não pretendo falar muito da minha família, apesar de fazerem parte da minha estória, não quero os expor, irei citalos ao desenrolar da treta sem muitos detalhes.
    Exatamente no dia 7 de agosto de 97 nascia o mesmo que vos fala, Pedro Paso. Ano que meu futuro time do "coração" foi campeão da Copa Libertadores. Lembranças da infância tenho pouquíssimas, que dão ar de vida quando vejo fotografias. Digamos que nasci pra ser lembrado, o mesmo ano que contemplava minha chegada, o mundo se deslumbrava com Titanic de Jack and Rose, a estreia de Pokemón no japão e as incríveis tetas de Batman e Robin.
    Diante de grandes sucessos o mundo era berço de mais um, acho que agora faz sentido dessa minha busca insana por holofotes. Antes que me esqueça à 20 anos J. K. Rowling  lançava aquele  best seller lixo, Harry Potter e a pedra Filosofal. Em meio a tanto sucesso os mistérios da vida se revelavam a um pequeno menino que como primeira mensagem ao mundo era um berro de choro induzido por bárbaros doutores. Com essa magia pairando impossível um leonino não nascer mais inspirado.